quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Por que os cachorros cheiram uns aos outros na "retaguarda"?


Todos nós sabemos que os cães têm um sentido aguçadíssimo de olfato, utilizando-o para as mais diversas finalidades como: procurar comida, reconhecer território e pessoas, caçar, procurar drogas, além até de perceber doenças nos seres humanos.

No entanto, o que mais presenciamos no uso do olfato canino, quando muitos cachorros se encontram, é aquela “cheiração” geral que eles dão nos traseiros uns dos outros. Mas, qual o objetivo disso?

De acordo com um novo vídeo da American Chemical Society, que você verá logo abaixo, os cães fazem isso para farejar informações importantes sobre o outro colega de quatro patas: o seu sexo, estado emocional, dieta e muito mais. É a chamada comunicação química, que é feita através dos odores liberados pela glândula anal que os cães possuem.  


Essas glândulas liberam secreções com substâncias produtoras de odores, como a trimetilamina e um grupo de ácidos de cadeia curta (como o acético e o propiônico). Dessa forma, esses cheiros podem ser detectados pelos outros cães, transmitindo as informações de reconhecimento citadas acima.

Você pode estar se perguntando: “Mas como o cheiro de cocô presente no bumbum dos cães não se sobrepõe aos odores da glândula?”.

A resposta é porque os cães têm um segundo sistema olfativo, que é conhecido como o órgão de Jacobson. Com o sistema deste órgão auxiliar e seus nervos, as informações das substâncias químicas detectadas vão diretamente para o cérebro do cão, sem a interferência de outros odores.

Agora, quando você observar o seu cãozinho dando aquele “conferes” olfativo no traseiro de outro cachorro, não brigue com ele, pois o bichinho pode estar apenas se comunicando.

Para os Antigos

 Foi uma festa que houve no céu e os cães para entrarem, tinham que pendurar o rabo em um cabide, mas o macaco louco arrumou um maior tumulto na festa e houve uma grande correria e na hora de pegar de volta seus rabos, foi o maior sururu e cada um pegou o que tinha na frente e até hoje eles procuram seus verdadeiros rabos! Pronto, resolvido o mistério!

Fonte: Megacurioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar