quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Pesquisador Alega que Cientistas Encontraram uma Forma de Furar o Espaço-Tempo


O seguinte artigo foi escrito por Terrence Aym:

Um pesquisador de estranhos fenômenos atmosféricos forneceu evidências de que a NASA esteja conduzindo experimentos incríveis, talvez até mesmo em conjunto com a HAARP.  Ele acredita que cientistas encontraram uma forma de abrir um buraco no tempo-espaço.

Christopher Everard, um escritor e diretor de cinema, é um homem que está tentando trazer a um mundo incrédulo a evidência de que a NASA embarcou em uma série de experimentos de alta energia que “rasga buracos no tempo-espaço“, por intermédio de intensas esferas de energia crua, que são impulsionadas através de vórtices, ou buracos de minhoca (wormholes) feitos pelo homem.

Everard está coletando relatos de testemunhas dos experimentos que estão sendo conduzidos na atmosfera superior por todo o globo.  Ele também alerta em sua página do Facebook sobre estudos revisados que estão aparecendo na página web oficial da NASA e de universidades e laboratórios de pesquisa que estão atrelados ao experimento.

O propósito de criar sistemas de propulsão similares ao da série Jornada nas Estrelas (Star Trek) parece ser a grande missão da NASA à medida que foguetes químicos e tecnologia espacial padrão estão sendo encampados pela indústria privada.

Everard alega que os “buracos de minhoca” já foram criados em pelos menos três países.  Testemunhas já fotografaram vórtices espirais sobre a Austrália, Rússia e China.

O vórtice australiano pode estar atrelado à atividade da HAARP e aos experimentos do EUA, ao passo que os vórtices de alta energia vistos na Rússia e China podem estar revelando exóticos experimentos físicos de alta energia para propulsão no espaço dessas nações.

Alegadamente, alguma a ciência que dá suporte a estes experimentos pode ser encontrada em documentação de pesquisas de ponta tais como: Assessing Potential Propulsion Breakthroughs. New Trends in Astrodynamics and Applications, Edward Belbruno, (ed.). Annals of the New York Academy of Sciences. [PDF] Another is Quantum Vacuum Energy: Study of Vacuum Energy Physics for Breakthrough Propulsion. More

De acordo com Everard, a NASA oficialmente cessou suas pesquisas em aplicações de tecnologia ‘warp’ e de ‘buraco de minhoca’ em 2009.

Porém, Everard está convencido de que a NASA esteja afetando o espaço-tempo.  Ele afirma que a pesquisa tecnológica continua, foi entregue aos projetos ‘ocultos’ dos militares, e está sendo desenvolvida por divisões secretas de empreiteiros militares do Pentágono, tornando-se agora altamente secreta.

Ele ainda afirma que fotos de satélite em alta-definição da Área 51 revela que os contínuos experimentos estejam ligados ao desenvolvimento de um sistema de propulsão espacial por intermédio de física de ‘energia do vácuo’.

Everard está trabalhando em um relatório detalhado dos projetos que está agendado para aparece em uma futura edição da revista Feed your Brain.

Para aqueles que estão duvidosos de suas alegações, Everard convida-os para visitar o Programa de Buraco de Minhoca (Wormhole) da Universidade  de Harvard, onde “eles estão seguindo a abordagem de buraco de minhoca afunilada do tipo Lorentzien“.

A NASA também forneceu uma amostra da atual pesquisa com sua página web do Glenn Research Center fazendo a seguinte pergunta: “Warp Drive, When?” (Propulsão Warp, Quando?).

Do outro lado do espectro, a escritora científica estadunidense Sylvia Engdahl, acredita que tais alegações estejam alimentando um novo “Mito Espacial” que está se alastrando pela sociedade.  Em seu livro de 16-páginas “The New Mythology of the Space Age” ela contesta muitos mitos da era espacial e liga a ficção científica às muitas alegações de pesquisadores atuais sobre planetas como Nibiru, astronautas da antiguidade, tecnologia exótica secreta e muito mais.

Fonte: Ovni Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar