quarta-feira, 28 de maio de 2014

O uísque do mundo esta quase acabando


Segundo as destilarias mais famosas, o atual volume de vendas da bebida supera consideravelmente a capacidade de produção, o que está prestes a causar uma escassez irremediável nos estoques.

Amantes de um bom bourbon, é melhor vocês encherem seus estoques. Segundo destilarias famosas pelo mundo afora, uma grande crise nos estoques de uísque vem se aproximando rapidamente, ameaçando culminar em uma falta da bebida nas lojas. Embora os produtores já estivessem cientes do problema há mais de um ano, os impactos só estão atingindo o mercado agora – e a situação provavelmente só vai piorar.

Segundo a Buffalo Trace, uma das destilarias mais antigas dos Estados Unidos, a demanda por bourbon é muito superior à atual capacidade de produção, ainda que a fabricação da bebida tenha crescido nos últimos anos. “A categoria bourbon em geral está tendo um crescimento de 5%, mas as marcas de luxo subiram quase 20% desde o ano passado”, afirmou a empresa.


O problema é decorrente em grande parte do fato do uísque ter que passar por um processo de envelhecimento em barris de carvalho, o que no caso da Buffalo Trace leva de oito a dez anos em média. Algumas exceções podem passar de duas décadas, o que é certamente um bocado de tempo para se esperar por uma bebida.

Questão de imagem

Além disso, grande parte do bourbon evapora durante o processo de envelhecimento, fazendo com que os barris fiquem pela metade ao passar de dez anos. A situação já estava difícil devido ao aumento nas vendas e às questões acima, mas tudo piorou com a recente escassez da madeira necessária para criar novos recipientes para o amadurecimento do uísque.

Segundo a Esquire, esse pico na demanda é um reflexo de mudanças no gosto da sociedade. “Enquanto há dez anos todos preferiam beber vodka e deixar o bourbon para quando o pais os visitassem, agora todos os tipos de uísque se tornaram alvo de uma espécie de fetiche de quem é jovem, urbano e preocupado com a imagem que passa aos outros”, explica a publicação.


Os dados de vendas revelam que as variantes mais cobiçadas da bebida na atualidade são aquelas de maior qualidade, com mais de uma década de idade. Infelizmente, os produtores de uísque que prepararam os estoques de hoje há dez anos ou mais certamente não previram essa realidade – ou seja, talvez seja uma boa hora para experimentar gin ou outros tipos de drinque.

Fonte: Megacurioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar