sexta-feira, 28 de junho de 2013

E se você levasse um soco do Superman?


Se desejar, ative a legenda do vídeo (em inglês) e clique em “Traduzir”.

O que aconteceria se o Superman, o personagem fictício que pode levantar 200 quintilhões de toneladas com uma mão, lhe socasse na vida real?

Os poderes do Homem de Aço da DC Comics dependem apenas dos roteiristas e do que eles querem que o herói seja capaz de fazer.Mesmo assim, quem nunca imaginou o que aconteceria se uma criatura ilimitadamente poderosa dessas existisse de verdade no planeta?

A resposta é: se a versão extremamente forte de Clark Kent realmente vivesse aqui, e resolvesse dar um soco em um ser humano normal, a pessoa seria liquefeita, conforme explicam os autores do canal do YouTube Vsauce3.


A física do soco

O mais recente jogo de luta envolvendo o Superman chama-se “Injustice: Gods Among Us”. Nesta versão do Homem de Aço, ele consegue socar um inimigo até a estratosfera. Este é o modelo que usaremos para explicar o que aconteceria se ele socasse um reles ser humano real.

Levando em conta que teoricamente nada que tenha massa pode viajar mais rápido que a luz, vamos calcular que o Superman é 1% mais lento que a velocidade de 299.792.458 m/s da luz. Ou seja, ele viaja a 296.794.533 m/s.

Se o punho do super-herói tem uma massa média de 300 gramas e se move a 99% da velocidade da luz, então tem uma energia total de cerca de 190.000.000.000.000.000 joules, o que equivalente a 45 megatoneladas de TNT ou cerca de 2.800 vezes mais poder do que o liberado pela bomba nuclear que atingiu Hiroshima.

Um único soco com esse poder queimaria 45.400.000.000.000 calorias, ou 82 milhões de Big Macs. E seria muito quente. Muito mesmo, já que a energia sendo liberada teria 80.000.000.000.000 Kelvin, ou seria cinco milhões de vezes mais quente que o núcleo do sol.

É preciso um centisegundo (um centésimo de segundo) para a luz que atinge sua retina ser processada pelo cérebro. Como o soco viaja quase a velocidade da luz, levaria apenas 3,4 nanossegundos para o punho do Superman te acertar – e você literalmente não veria o que está acontecendo.

Da perspectiva do punho do Superman, no entanto, já que ele se move 296 milhões de metros por segundo, o tempo estaria praticamente congelado. As partículas que estão no ar, como oxigênio e nitrogênio, estariam apenas suspensas no tempo. A mão do herói estaria as acertando com tanta energia que criaria fusão nuclear. Raios gama explodiriam a cada colisão, criando uma superexplosão que o universo nunca viu. Uma bola de fogo gigante cercaria a região, e uma onda despedaçaria janelas, estruturas e qualquer outra coisa no seu caminho.

O Superman não apenas lhe lançaria para longe – ele literalmente despedaçaria os átomos que lhe compõe. Com tal energia, o soco do herói é mais poderoso que o acelerador de partículas Jefferson Labs Particle Accelerator (Virginia, EUA). Seus átomos seriam completamente desintegrados. Ou seja, você iria se liquefazer em um nível atômico.

Você se transformaria em partículas fundamentais como plasma quark-glúon, que foi criado logo após o Big Bang. E, com tanta energia, novas partículas e antipartículas iriam se formar. Essa é a única boa notícia de ser socado pelo Superman: da sua destruição, algo novo, talvez algo completamente novo para a ciência, poderia ser criado.

Por fim, para que você visualize o estrago que tal soco faria, vale mencionar que, ao menor contato com o punho do Homem do Aço, a explosão seria grande o suficiente para deixar uma cratera de um quilômetro de raio, com 221 metros de profundidade.

http://hypescience.com

Um comentário:

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar