quinta-feira, 25 de abril de 2013

As Misteriosas Linhas De Nazca



As Linhas de Nazca são um conjunto de geoglifos antigos localizada no deserto de Nazca, no sul do Peru. 

O alto planalto árido se estende por mais de 80 km entre as cidades de Nazca e Palpa nos Pampas de Jumana, cerca de 400 km ao sul de Lima. Embora alguns geoglifos locais lembrem a cultura de Paracas, estudiosos acreditam que as Linhas de Nazca foram criados pela civilização de Nazca entre 400 e 650 d.C.

Depois que as pessoas começaram a viajar de avião sobre a área em 1930 e viram as Linhas de Nazca, os antropólogos começaram a estudá-las. Uma das principais questões que deixaram os estudiosos mais intrigados foi a maneira como essas linhas foram construídas.

                              

As linhas são desenhos rasos feitos no chão, removendo as pedras avermelhadas onipresentes na região e descobrindo o chão esbranquiçado por baixo. Centenas são simples linhas ou formas geométricas, com mais de setenta desenhos de animais, aves, peixes ou figuras humanas. Os maiores têm mais de 200 metros de diâmetro.

Os estudiosos teorizam que o povo de Nazca poderia ter usado ferramentas simples e equipamento de levantamento para a construção das linhas. Estudos descobriram estacas de madeira no chão no final de algumas linhas, que apoiavam esta teoria. Uma dessas estacas foram datadas por radiocarbono para o estabelecimento da idade dos desenhos. 

                               

Alguns pensam que é misterioso o fato das figuras terem permanecido intactas durante centenas de anos. Contudo, a geologia da área resolve este mistério.

A superfície do deserto, constituída somente por pedras de coloração escura aumenta a absorção do calor. A camada de ar quente resultante junto à superfície funciona como uma capa contra o vento. Enquanto isso, os minerais do solo ajudam a solidificar as pedras. Neste "pavimento" assim criado neste ambiente seco e sem chuvas, a erosão é praticamente nula - permitindo assim a notável preservação dos desenhos.


O Propósito

Os arqueólogos, etnólogos e antropólogos têm estudado a antiga e complexa civilização de Nazca para tentar determinar o efeito das linhas e figuras. Uma teoria é que o povo Nazca criou tais figuras para que pudessem ser vistos por seus deuses no céu. 

Os pesquisadores Kosok e Reiche propõem um objetivo relacionado com a astronomia e cosmologia: as linhas tinham a intenção de atuar como uma espécie de observatório, para apontar para os lugares no horizonte onde o sol e outros corpos celestes nascem ou se põem. 

                               

Em 1985, o arqueólogo Johan Reinhard teorizou que as linhas e as figuras eram parte das práticas religiosas que envolvem o culto à divindades associadas com a disponibilidade de água.

G. von Breunig pensa que as linhas eram usadas para corridas a pé. Ele examinou as linhas curvas e concluiu que tinham sido parcialmente formadas por corridas contínuas.

O antropólogo Paul Kosok defendeu durante pouco tempo que as linhas eram de um sistema de irrigação, mas rejeitou a ideia pouco depois. Especulou então que as linhas formavam um gigantesco calendário

Maria Reiche, uma emigrante alemã e aluna do arqueólogo Julio Tello da Universidade de San Marcos, Reiche identificou muitos alinhamentos astronômicos, que, caso os Nazca os conhecessem, seriam muito úteis para as suas semeaduras e colheitas

                              

Seu tamanho e propósito levou alguns a especularem que tinham sido visitantes de outro planeta para serem usadas como "aeroporto" para naves extra terrestres.
A teoria extraterrestre é proposta principalmente por aqueles que consideram difícil de acreditar que uma raça de "índios primitivos" poderia ter a inteligência de conceber tal projeto.

Figuras similares aos gigantes de Nazca decoram a olaria encontrada em locais fúnebres próximos e é visível dos seus cemitérios que os Nazca se preocupavam com a morte. Restos mumificados enchem o deserto, abandonados por caçadores de túmulos. Seria este um local de rituais para garantir a imortalidade dos mortos? 

Diante de tantas especulações, só nos resta esperar que algum dia esse mistério seja resolvido, assim como esperamos pela revelação de tantos outros já citados aqui no blog. Comente!

3 comentários:

  1. Isso foi obra dos Anunnaki.
    "Também localizadas no Peru estão as famosas linhas de Nazca, formações artificialmente criadas que continuam sendo um mistério, especialmente porque próximo à elas existem grandes escavações que parecem ter sido iniciadas há centenas de séculos atrás. Esta é uma área onde topos de montanhas foram arrancados, algo que não se faz a não ser com instrumentos de mineração sofisticados, o que é muito improvável para a humanidade de milênios atrás."

    ResponderExcluir
  2. FreedomPop is the #1 FREE mobile phone provider.

    Voice, text & data plans always start at £0.00/month (ABSOLUTELY FREE).

    ResponderExcluir

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar