segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

O Conselho dos Nove


  [osiris_atun.jpg]

Com certeza você já pensou na possibilidade de não estarmos sós no Universo, não é? E se isso for verdade, o que impediria uma raça mais avançada de destruir uma raça com menor nível tecnológico? A resposta é: acordos burocráticos intergaláticos. O conselho dos Nove seriam os responsáveis pelo nosso planeta. Não podemos ser atacados sem a permissão deles e eles estão diretamente ligados à tudo que acontece por aqui. Em resumo, são eles que mandam, embora poucos tenham consciência disso. Ou pelo menos é o que diz a lenda.

A lenda do Conselho dos Nove começa no antigo Egito. Os deuses egípcios seriam parte desse conselho, seres altamente evoluídos,  sendo que cada um pertencente a uma raça que representam as nove raças que determinariam nosso destino. O deus Atum seria o porta-voz da Terra e todos os representantes permaneceram aqui no nosso planeta durante o período em que o Egito estava em ascensão. Eram adorados mas pareciam considerar nossa raça como inferiores, já que escravizavam os humanos para cumprir seus propósitos.

Andrija Puharich, um ex-membro da CIA, é um dos principais defensores dessa teoria. Puharich diz ter participado do projeto MKULTRA, um dos piores e mais obscuros projetos secretos da agência. Andrija  - um pesquisador renomado na época - foi contratado pela CIA para realizar uma bateria de testes não especificados em humanos. O pesquisador, ainda não consciente do que iria encontrar, aceitou a proposta e embarcou em uma das mais tenebrosas experiencias da sua vida. Puharich ficou responsável por explorar os estados inconscientes da  mente humana, assim como, alteração de consciência, viagem astral, comunicação interdimensional e mais um zilhão de bizarrices. Segundo o próprio, terminou descobrindo que o Conselho dos Nove era verdadeiro e que todos nós estamos comprometidos com ele. Em um dos seus artigos voltados à comunidade de paranormalidade, o médico cientista revela que conseguiu contato com uma dessas entidades e o que ouviu era de “congelar a alma” dos mais corajosos homens.

Fonte: Ahduvido

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas e sugestões serão bem vindas. Fique à vontade para comentar